Cacos da vida

Cacos da vida

Quantos cacos juntamos ao longo da vida, quantas coisas que se quebram e depois precisam ser encaixadas novamente. A vida é cheia de remendos, alguns se tornam bonitos, outros nem tanto, são os altos e baixos que passamos, porque não é mesmo tudo do jeito que a gente quer, tudo como esperamos que fosse.

O que devemos fazer com os caquinhos que juntamos? Agradecer a cada um pela importância que nos trouxe como aprendizado. Todos foram experiências dignas de nos transformar em uma pessoa melhor, não importa se foram boas ou não, todas as experiências são válidas. Pense, se aos seus olhos não foi bom, um dia vai ver que foi o melhor que podia ser.

Se prestar atenção, depois de uma tempestade a sua vida muda sempre para melhor, aproveite esse tempo, aproveite a vida intensamente, temos todas as chaves na mão para prosseguir, só resta prestar atenção e entender o que a vida está esperando de você.

Isso tudo serve pra você aprender a ter paciência, saber esperar o tempo certo, se amar. É certo que terão alguns cacos bem quebradinhos, não é bom nem lembrar, mas fazem parte da sua vida, te fizeram crescer e chegar em quem você é hoje, podendo continuar sua jornada tendo em mente que fez tudo o que podia, e mesmo com falhas, conquistou o seu caminho. Olhe para seus cacos como um mosaico, que de caco em caco transforma um lugar em uma linda obra de arte. No caso, essa obra de arte é você, a sua vida.

Gratidão

2 Replies to “Cacos da vida”

  1. Muito realista o seu texto. Curioso é que a gente nem sempre entende porque os vasos se quebram, no momento em que isto acontece. Mas, repare, passado um tempo as coisas começam a se encaixar. E não raras vezes vc acaba agradecendo por tê-los atirado fora e colocado floreiras em seu lugar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *