EU explico

EU explico

Eu explico: Meus direitos estão acima dos meus deveres. Não posso trabalhar hoje porque estou com dor de cabeça, diarreia, cansado, preguiça mesmo. Mas eu explico: Como vou conseguir fazer meus deveres se estou mal? Não vou desempenhar bem meu papel, logo preciso me afastar. Mas claro, se a noite tiver um compromisso já estarei melhor; só não sei se amanhã estarei para trabalhar. 

Os deveres estão pra lá de segundo plano, não é necessariamente só no trabalho, nas ruas, nas redes sociais é muito normal, está inundado de direitos, mas os deveres…. Ser educado, respeitar, ser gentil, ser ouvinte sem revidar, pensar antes de falar, está tão escasso que parece que isso sumiu das regras de etiqueta de convivência. Eu, está cada vez mais explicável, mas inexplicável nas atitudes. Na fala até que é bonitinho, mas nas atitudes só egocentrismo, uma repetição sem fim. 

Está cansando ouvir sempre as frases prontas repetidas pelos mesmos grupos de pensamento igual, como se tudo fosse assim, grupo 1 e grupo 2. Se somos todos diferentes, se não existe ninguém igual a você, por que precisamos seguir a ideologia dos outros? Cada um tem sua vida, seguindo caminhos diferentes, então podemos ter opinião própria, direito e deveres também. 
 

O egocentrismo tomou a mente, arrancou o coração, a amizade verdadeira, as conversas de verdade, a união e a compreensão, tudo foi para para o ralo. Cada um pensa em si, no bem-estar, no que lhe convém. A luta travada é tão cruel que se espalhou de uma forma que temos que separar as pessoas por ideologia política, religião e time de futebol. Não esperava chegar no século XXI com tanto retrocesso. Acho que realmente o mundo vai voltar à era do homo sapiens para começar tudo de novo. 

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *